História

Quando as três educadoras – Rosely Brotto, Maria Beatriz Correa Pinto e Maria de Fátima Quissak Bartelega Peixoto – resolveram unir suas forças para formar uma nova escola na cidade de Arujá (SP), em agosto de 1993, estavam, na verdade, plantando uma semente para o futuro. Eis que, 25 anos depois, essa semente germinou, cresceu e se tornou uma bela, frondosa e resistente árvore, repleta de flores. Tal qual um ipê amarelo.

Inaugurado há mais de duas décadas, o colégio foi assim batizado em homenagem ao ipê que abrigava em seu pátio na época da fundação. O início das aulas, nesse primeiro ano de atividades, aconteceu em agosto, mês em que se inicia a florada do ipê. E não é que o ipê estava florido no primeiro dia de aula da escola?

De lá para cá, muita coisa mudou. O caminho percorrido pelo Colégio Ipê desde sua fundação é uma parte importante da história do ensino na cidade de Arujá. Quando começou suas atividades, com o nome Ipê Amarelo Recreação Infantil, o colégio atendia apenas 23 crianças, em uma área de 236 m2.

Para acompanhar o crescimento de seus alunos e atender a demanda cada vez maior, em 1997 o Colégio Ipê adquiriu o terreno da antiga escola Dom Julio, com um espaço de aproximadamente 1.000 m2, e passou a oferecer novas séries a cada ano, até 2005, quando formou sua primeira turma do Ensino Médio.

O Ipê continua fiel a sua proposta original de estar atento às necessidades de cada aluno. É uma instituição que soube crescer e evoluir de forma planejada, consciente.

Hoje, o Colégio Ipê é uma referência em educação não só na cidade de Arujá, mas em toda a região.

A celebração de 25 anos do Colégio, além de completar um ciclo da sua história, assinala também o início de uma nova jornada, com novos objetivos e desafios.

Em uma época em que a TV, a internet e os meios de comunicação em geral ocupam cada vez mais espaço e disputam a atenção de jovens e crianças, torna-se ainda mais importante a missão de trabalhar o ensino como algo que desperte o espírito crítico, a curiosidade, a capacidade de questionar, a autonomia, o respeito ao meio ambiente, a criatividade e a busca permanente pelo conhecimento.

É nesse sentido que a proposta pedagógica oferecida pelo Colégio Ipê continua fazendo a diferença na formação do caráter dos seus alunos. Mais que um colégio, o Ipê é uma semente para o futuro.

1993

Início das atividades da Recreação Infantil Ipê Amarelo, no mês de agosto.
Área física: 236 m2/área construída: 80 m².

1997

Construção do prédio do Ensino Fundamental I e da quadra aberta.
Área física: 2.076 m2/área construída: 1.530 m².

1998

Início das atividades dos 2º, 3º e 4º anos do Ensino Fundamental I (antigas 1ª, 2ª e 3ª séries).

1999

Início das atividades do 5º ano do Ensino Fundamental I (antiga 4ª série).
Adaptação do galpão em frente ao Colégio para uma quadra esportiva coberta.
Área física: 2.586 m2/área construída: 1.890 m².

2000

Início das atividades dos 6º e 7º anos do Ensino Fundamental II (antigas 5ª e 6ª séries).

2001

Início da atividades do 8º ano do Ensino Fundamental II (antiga 7ª série).
Início das atividades de voluntariado na creche Acalanto.

Ação Solidária
O programa surgiu em 2001, como mais uma forma de possibilitar ao adolescente o desenvolvimento pessoal e social, por meio da participação consciente, construtiva e solidária na solução de problemas reais existentes em seu entorno social. A iniciativa engloba uma série de ações, como a coleta seletiva de lixo e as campanhas de arrecadação de alimento, de agasalho e de brinquedos. O programa oferece auxílio à creche Acalanto, que abriga cerca de 200 crianças de 0 a 6 anos. Nessa atividade, os alunos visitam mensalmente a creche, oferecendo ajuda, companhia e carinho. Entre 2003 e 2004, o Ação Solidária também apoiou o Recanto do Idoso Nosso Lar, instituição filantrópica, mantida pelo Centro de Assistência e Promoção Social Nosso Lar, que cuida de mais de 130 idosos.

2002

Início das atividades do 9º ano do Ensino Fundamental II (antiga 8ª série).
Formatura da primeira turma do Ensino Fundamental II.

2003

Início das atividades do 1º ano do Ensino Médio.
Construção do prédio do Ensino Médio, da quadra, da biblioteca, da sala de informática e da casa da Educação Infantil e ampliação do Galpão do Espaço Cultural e da edícula.
Área física: 4.139 m2/área construída: 3.510 m².

2004

Início das atividades do 2º ano do Ensino Médio.
Início do período integral da Educação Infantil.
Início das atividades do Teatro.

Teatro
São muitos os benefícios proporcionados pelo teatro como atividade complementar para as crianças e adolescentes. Além de desenvolverem a habilidade de relacionar-se com outras pessoas, de reduzir a timidez e de aumentar a autoestima, as artes cênicas proporcionam ao aluno o desenvolvimento de sua consciência corporal, aprimoram seu autoconhecimento, expandem seu repertório cultural e trabalham aspectos cognitivos, como a memória e o raciocínio. Desde o início das aulas de teatro no Ipê até hoje, já foram encenadas 60 apresentações, com a participação total de 214 alunos. Também foram montados 41 textos, quatro deles escritos pelos próprios alunos.

2005

Início das atividades do 3º ano do Ensino Médio.
Formatura da primeira turma do Ensino Médio.

Cerimônia de Despedida dos Formandos
Apesar de existir há pouco tempo – desde 2007 –, o Dia de Despedida dos Formandos do Ensino Médio já é uma tradição no Ipê. A atividade começa com um café da manhã na escola, para formandos, professores e funcionários.
Em seguida, alunos de todas as séries se reúnem ao grupo para uma cerimônia simbólica. Nela, os formandos plantam uma árvore e delegam para os alunos do 2º ano do Fundamental a responsabilidade de cuidar dessa planta. O encontro é encerrado com um grande corredor, formado por todos os alunos da escola, até o portão de saída, por onde passam os formandos, sob aplausos, manifestações de despedida e desejos de boa sorte.

2008

Início da parceria com a empresa Cora, para reciclagem dos resíduos do Colégio.
Início do projeto Café com Profissões (orientação profissional).

Escolhendo a Carreira Certa
O projeto de orientação profissional foi desenvolvido pelo Ipê em 2007, para auxiliar os alunos do 3o ano do Ensino Médio na difícil tarefa da escolha profissional. Na primeira fase do projeto, o aluno tem encontros coletivos e individuais com um psicólogo, que desenvolve atividades focadas no autoconhecimento e discute os aspectos mais importantes a serem considerados na hora de escolher uma carreira.
Na segunda fase, intitulada Café com Profissões, o Colégio promove encontros com jovens profissionais de diferentes áreas de atuação – humanas, exatas e biológicas. Os alunos escolhem o grupo de sua preferência e participam de uma roda de conversa, na qual esclarecem dúvidas sobre o curso de graduação e obtêm informações sobre as profissões e o mercado de trabalho relacionado àquela atividade.

2011

Início do Programa de Nutrição.

Por uma Alimentação mais Saudável
Com o objetivo de trabalhar os hábitos e a educação alimentar de seus alunos, o Colégio iniciou um projeto de nutrição com montagem de um cardápio mensal para as crianças da Educação Infantil (que prioriza o consumo de frutas, vegetais e sucos naturais), com base nas necessidades nutricionais dessa faixa etária.
A cantina da escola também passa por um controle de qualidade semanal rigoroso, para garantir a integridade e a segurança dos itens comercializados.

2012

Ampliação do prédio da Educação Infantil.
Área física: 4.139 m2/área construída: 3.510 m².